A vontade dos pais

Por aqui diz-se que crianças não têm vontade, que devem seguir o que os pais dizem, que os pais é que decidem… etc. É óbvio que é tudo bobagem. Quer dizer, não é bobagem, porém é coisa de uma sociedade enrijecida por regras e leis, que determina quem é que faz o quê. Se tem uma coisa que aprendi durante a minha própria adolescência é que os filhos sempre têm vontade própria, e sempre fazem o que querem. Alguns sentem-se constrangidos de irem contra as ordens paternas (e maternas), outros não têm vontade em ir contra, mas sempre que a oportunidade e a vontade aparecem, não importa o quê, os filhos vão contra as ordens dos pais. E mesmo os pais tendo medo de que algo de ruim lhes aconteça, a vida é dos filhos, apesar de nós sofrermos pelo que possa lhes acontecer.

Tudo isso porque minha filha dorme de barriga e o pai tem medo de que ela, durante o sono, enfie a cara no colchão e pare de respirar. Não vai acontecer, mas ele insiste em virá-la de costas quando ela está de barriga e ela, em sua natureza, vira dormindo. Ou seja, não adianta ir contra, só procurar ter certeza de que ela consegue virar a cabeça direito. Mas vai explicar para uma mente saxã que contra certas coisas não se luta e sim acompanha-se? Demora um pouco, mas ele aprende. Afinal, ele próprio é filho e já foi contra a vontade dos pais, mesmo que não se lembre desse fato com freqüência. Mas quem lembra?
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s