Calor holandês

Apesar de a temperatura por aqui nunca chegar ao nível que chega no Rio, a grande questão holandesa é a falta de preparo contra o calor que nos abraça. Trem sem ar condicionado vira forno de microondas de alto nível, canais que durante o inverno são lindos e habitados pelas mais diversas criaturas “selvagens” ficam mal-cheirosos (isto não é novidade para o povo carioca, diga-se de passagem!), morar em Schiedam parece muito com morar em Bangu, já que não há o ventinho marinho do Leblon que salvava o meu dia na Gávea. E agora, com as últimas chuvas no sul da Holanda causando inundações, isto aqui está mais parecendo o Rio Comprido e a Maracanã em dia de aguaceiro. Uma beleza!

Falando em canais, isto é uma coisa que sempre me impressiona: apesar do avanço tecnológico holandês fica a pergunta eterna: por que diabos os canais são fedorentos? E por que deixam as casas-barco despejar os detritos nos canais como se eles fossem esgotos abertos? E este é um país civilizado… Vai entender!
Advertisements

One thought on “Calor holandês”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s